quinta-feira, 7 de julho de 2011

Corinthians 2 x 1 Vasco. Volantes garantem a vitória e Júlio César a emoção!!!

Nação,

Que jogo. Como diria um velho chavão do futebol, foi teste para cardíacos.

E o grande responsável por isso foi um velho conhecido, o nosso goleiro Júlio César. Na boa, espero que tenha sido o último jogo dele como titular. Não dá, cada falta é um Deus nos acuda.

E foi logo no começo, na primeira falta do jogo, quase do meio campo, que nosso goleirinho quase mandou a vaca pro brejo. Juninho cobrou, e com seu bracinho de jacaré deixou a bola entrar, se preparando para consagrar mais um adversário.

Um gol naquelas condições, no início, e novamente de falta, abalou toda a equipe, e o que segurou foi o conjunto, que mesmo em condições adversas soube prevalecer e voltar ao jogo. A torcida sentiu o baque inicial, mas também, como já é nossa característica há 100 anos, levantou e gritou mais forte ainda, fundamental para a equipe esquecer a falha e partir para cima.

Tivemos chances de empate na sequência, com um chute do Ralf. Tivemos outro, com penalty não marcado depois de toque de mão na área por parte da zaga vascaína. Aliás, um parenteses a parte para esse juizinho, o tal do Vuaden. O cara é metido a deixar o jogo rolar, o que pode até parecer uma qualidade, mas no fim das contas o que fica é uma total falta de critério, deixando rolar porrada ao mesmo tempo que dá faltinhas ridículas, o que o coloca como um dos piores árbitros do campeonato.

O sufoco foi intenso e deu resultado. Num bate-rebate a bola sobra no bico da área para o Ralf, que pega de primeira e empata a partida. O caldeirão explode e a virada era questão de tempo.

E veio quase ao fim do primeiro tempo. Danilo, quem diria jogando muito, deu um toquinho para Paulinho, que quase se enrolou mas no final limpou bem jogada, e de biquinho marcou o gol que selaria nossa vitória.

Segundo tempo e a síndrome de sonolência estava de volta. Já falei aqui, não sei o que o Tite faz no intervalo, acho que deu chá de camomila para os caras, ou uma feijoada, porque voltaram sonolentos e pesados.

Com isso o Vasco cresceu, e novamente nas bolas paradas e na insegurança do nosso goleiro quase empataram.

Mas, ainda bem que agora temos opções, e as mexidas do Tite surtiram resultado. Alex e Emerson Sheiq entraram nos lugares de Danilo e Willian, cansados, e o time voltou a mandar na partida, criando boas possibilidades de marcar o terceiro.

Não aconteceu, mas não precisou, porque aí voltou o coletivo, a consciência tática e a confiança que uma equipe que está vencendo tem, e o time controlou os minutos finais, garantindo a vitória e a liderança isolada.

Foi um jogão, com muita emoção, mas que poderia ser evitada se o titular do gol fosse o Renan.

Mas valeu. Vencemos, festa da Fiel que levou 30 mil guerreiros numa noite fria, representando a alegria dos outros 30 milhões que acompanharam de longe pela TV, mas com a mesma energia e amor ao maior de todos.

É nóis nação.

Valeu!


CORINTHIANS 2 X 1 VASCO
Julio Cesar, Weldinho, Wallace, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo (Alex); Willian (Emerson), Liedson e Jorge Henrique (Edenilson).Fernando Prass, Fagner, Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Romulo, Juninho Pernambucano (Allan), Felipe e Diego Souza (Bernardo); Éder Luis (Leandro) e Alecsandro.
Técnico: Tite.Técnico: Ricardo Gomes.
Gols: Juninho Pernambucano, aos 2 minutos, Ralf, aos 21, e Paulinho, aos 42 do primeiro tempo
Cartões amarelos: Fábio Santos (COR); Márcio Careca e Fagner (VAS)
Data: 06/07/2011. Local: Pacaembu, em São Paulo. Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS). Auxiliares: José Chaves Franco Filho (RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS).
Público e renda: 28.453 pagantes / R$ 957.015,5

5 comentários:

  1. Cansei desse goleiro!
    Afobado, inseguro! Disse que a bola quicou de forma ‘estranha’ antes de ir para o gol..(?)
    Ridículo! Falhou feio!
    No segundo tempo, tentou fazer uma defesa em dois tempos, batendo com a bola no chão, e entregou no pé do atacante!
    O lance da outra falta que bateu na trave não merece mais nenhum cometário!

    O corinthians está se saindo muito bem, pois os volantes, zagueiros e meias são impelidos a tentar impedir ao máximo que o adversário chute ao gol, pois eles sabem que o time está sem goleiro!!

    Renan JÁ !!

    ResponderExcluir
  2. tira esse frangueiro arrombado do gol, porra ele já entregou o paulista, o que mais esse filha da puta precisa fazer para sair do time?

    ResponderExcluir
  3. Corinthiano Indignado7 de julho de 2011 02:47

    por que os gaviões não fazem pressão sobre a besta do Tite, para tirar esse corno frangueiro do gol?

    ResponderExcluir
  4. Opa, sobre o Júlio César, é um goleiro extremamente irregular, faz milagres em um jogo e no outro falha de forma infantil!

    Renan deve ter uma oportunidade!


    Dá uma olhada no meu post sobre o jogo lá também: http://t.co/VTQDMdp


    falou!

    ResponderExcluir
  5. Jogo dificil mas o time mostrou raça,persistencia e inteligencia algo que não via há muito tempo nos últimos times montados no Corinthians.
    Ralf e Paulinho deixaram claro que não precisamos de Cristian e Elias,o grande problema segue no gol Júlio César é 8 ou 80 e isso é preocupante.
    De resto o time está muito bem e em alguns momentos a velocidade e o toque de bola lembram o fantástico time de 98/99/00.
    Agora é obrigação vencer o Atlético/GO não podemos esquecer que perdemos duas vezes pra eles ano passado e isso custou o campeonato.

    http://jornaleirosesportivos.wordpress.com/

    ResponderExcluir