segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Calendário do futebol brasileiro precisa se adequar a ele mesmo!!

Nação,

Ano novo, vida nova, como diz o ditado.

Momento de reflexão, de olhar para o horizonte, traçar metas e sonhar com um futuro melhor.

Hora de mudanças, a frase mais comum.

Nesse embalo, aproveitando que inicia-se hoje a temporada, com a reapresentação do nosso Timão, me pego pensando em uma coisa que é discutida a tempos no nosso futebol, e que clama por mudanças: o nosso calendário.

Não sou defensor do discurso barato, hipócrita, demagogo e vazio da imprensa podre de que precisamos adequar nosso calendário ao europeu. O principal argumento dos defensores dessa excrecência é de que diminuiria o êxodo de jogadores para o exterior. Pura balela. Até porque não há o menor interesse nisso, haja visto que os tubarões da bola, os empresários, vivem disso e não é uma canetada que irá mudar o perfil vira-lata do futebol brasileiro.

A Lei Pelé foi promulgada com esse mesmo discurso, e o que se viu foi justamente o contrário. Jogadores que antes eram patrimônio dos clubes se transformaram em mercadorias de feira, sendo comercializados aos montes por qualquer  migualha vinda de fora.

E não se pode imaginar um campeonato começando num ano e terminando no outro, com jogos durante as festas de final de ano. Totalmente ridículo.

Os defensores dessa tese também atacam os estaduais, lutando pela sua extinção. Triste ver isso. A história do nosso futebol, a glória dos nossos clubes se sustentam justamente nessas competições. Não seriam os gigantes que são hoje se não tivessem no seu currículo as conquistas regionais. 

Mas evidente que muita coisa mudou no mundo da bola. Os campeonatos estaduais não tem a mesma importância e glamour de outras épocas, e competições nacionais e internacionais ganharam muito mais peso, os horizontes se expandiram, e não se pode lutar contra isso, pois está inserido no processo de globalização, atingindo a todas as áreas, não só o futebol.

Com um campeonato brasileiro de 8 meses de duração, Libertadores, Sul Americana, Copa do Brasil, Mundial, não pode realmente o campeonato estadual esmagar os clubes brasileiros, com número excessivo de jogos, atrapalhando a pré-temporada e comprometendo a disputa de todos esses campeonatos extremamente importantes.

O que precisa ser feito então é uma adequação com a nova realidade. Manter os estaduais é importante, pois valoriza a história, ao mesmo tempo que satisfaz o torcedor, que gosta desse tipo de disputa, entre os rivais mais próximos, e isso mantém acesa a chama do futebol. Mas eles precisam ser mais curtos para os grandes clubes. 

Vou tomar como exemplo o campeonato paulista. Hoje, tem 20 equipes, iniciando em 16 de janeiro e com término em 15 de maio. São 4 meses de disputa. Um exagero. Um absurdo. Férias curtas, pré-temporada ridícula, atenções divididas com torneios importantes como a Libertadores. O Corinthians será submetido a uma maratona de jogos, comprometendo a disputa do torneio sul-americano e o próprio Paulista. E prá que? 

O certo seria o campeonato ser disputado pelas demais equipes durante os meses de janeiro e fevereiro, classificando-se oito equipes, que se juntariam aos quatro grandes - Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos, e aí se enfrentariam todos contra todos em turno único, classificando-se os dois melhores para a grande final.

Essa fase seria perfeitamente disputada ente os meses de março e abril, o que daria um período maior de pré-temporada, condições de disputar o início da Libertadores com mais força, além de ter um espaço razoável até o início do brasileirão, possibilitando aos clubes uma inter-temporada, se reforçando e recondicionando fisicamente. Abriria espaço também para a participação e disputa de torneios e amistosos internacionais, tão decantado pelos nossos clubes mas jamais realizados por falta de agenda. 

Simples, fácil de ser implementado. Basta um pouquinho de cérebro, vontade, e principalmente, os imundos dirigentes abrirem mão de suas vaidades e interesses políticos. 

Ajudaria também se a mídia vendida adotasse esse discurso, muito mais viável, ao invés de ficarem vomitando pelo fim dos estaduais e adequação ao calendário europeu.

Mas infelizmente é mais fácil uma vaca voar do que essas pessoas agirem em prol dos interesses do torcedor, único que realmente ama o futebol.

Mesmo assim, não custa nada acreditar. Importante é a gente falar, expor nossas idéias. Faço isso nesse humilde espaço, no meu dia-a-dia, no debate no buteco, e sei que muitos fazem a mesma coisa, e isso me dá esperança de que coisas boas podem acontecer.

E sem o torcedor o futebol não existe. Espero que os que comandam não esperem para fazer algo depois que isso acontecer na prática.

Valeu!

3 comentários:

  1. Olá

    Podemos fazer uma troca de links?

    Já coloquei o v/ site no meu, na area de Links Amigos (http://www.jogosde-futebol.com/Links.asp)

    O meu site "http://www.jogosde-futebol.com/" está a começar, e pretende eleger os melhores jogos de futebol da história do Brasil, de cada ano, e de cada time, etc...

    O Link é: http://www.jogosde-futebol.com/
    Titulo: Jogos de Futebol

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. meu caro Samuel
    não sou corinthiano, o que me deixa muito a vontade para poder comentar seu blog de maneira elogiosa sem parecer tendencioso.
    Essa de adequar o nosso calendário ao europeu é mais uma da velha mídia paulistana extremamente colonista, a mesma que defende o fim dos campeonatos estaduais. como se as conquistas corinthianas de 77-82-83-88,palmeirenses 93-94-96(em que pese oze aparecido)tricolores (91-92-00-050 e santistas 84-06-07 fossem algo menor doque o campeonato portugues por exemplo. E o mundial de 2000? vcs coritnianos são campeoes, danem-se os europeus se vieram aqui passear, se veio era para jogar.o Uruguai nao ganhou em 30, entao vida que segue.sou favoravel a considerar todos os campeoes intercontinentais como campeoes mundiais e mais uma vez, os europeus que se lasquem,NÃO SOMOS MAIS COLONIAS. Outra coisa os dirigentes do fut são uma merda, pelo menos hj li que o Anão de jardim do DEm deixou o meu tricolor. MAs nao espero muita coisa melhor nolugar não. parabéns pelo blog e um bom 2011

    ResponderExcluir
  3. Valeu Renato,

    Tem coisas que parece que só nós torcedores enxergamos. Porque nós somos movidos pela paixão, enquanto os que decidem tem outros interesses.

    Totalmente ridiculo um campeonato estadual no formato atual. Quatro meses de disputadas, uma porrada de jogos, acabando com a pré-temporada e comprometendo todo o ano dos nossos times.

    E tudo isso só por vaidade e disputa de poder entre os dirigentes.

    Mas importante é a gente falar. Porque o futebol depende de nós, e mesmo sendo mal tratados, uma hora eles tem que nos ouvir.

    Valeu pela visita, fique a vontade. Somos rivais, nunca inimigos.

    Futebol é alegria, zoação e entretenimento. Entre nós torcedores esse deve ser o ritmo.

    E entre os dirigentes deveria ser levado mais a sério, com comprometimento e profissionalismo, mas aí é pedir demais para essa corja.

    Valeu!

    ResponderExcluir